Responsável Técnico

Dr. Denis Valente | Cirurgião plástico

CREMERS 24617 | RQE 18465

DRENAGEM LINFÁTICA APÓS CIRURGIA PLÁSTICA


A drenagem linfática auxilia na redução do inchaço, evita o acúmulo de líquidos no espaço criado pela lipoaspiração (seroma), ativa a circulação sanguínea e alivia a dor. Ainda, através da drenagem linfática manual ou com aparelhos, é possível auxiliar na remoção mais precoce de hematomas, acelerar o processo de cicatrização e recuperação pós-operatória, bem como, minimizar ondulações, irregularidades e diminuir o tempo de duração das fibroses que geralmente surgem no pós-operatório. A drenagem linfática deve ser feita de maneira que estimule a circulação linfática geral: na área operada, deve ser mais detalhada e direcionada, de maneira lenta e delicada com o intuito de diminuir o processo inflamatório provocado pela cirurgia plástica corporal. Já para a cirurgia plástica facial a drenagem linfática é indicada em poucos casos devendo ser feita somente após a liberação do seu médico.

GLUTEOPLASTIA DE AUMENTO COM IMPLANTE DE SILICONE


O contorno do bumbum varia de acordo com as características genéticas individuais, bem como dos hábitos alimentares e atividades físicas. Com o avançar da idade há uma tendência a diminuição do volume e a queda do bumbum. Além disso, as variações de peso propiciam uma indesejável flacidez nessa área.

Para a colocação de implantes de silicone fazemos uma incisão de cerca de 5 centímetros no sulco que divide o bumbum (logo acima do ânus). Através desse orifício dividimos algumas fibras musculares glúteas e colocamos o implante dentro da musculatura da região glútea. Com isso o implante fica protegido pelo músculo e dificilmente será palpável ou visível. Os implantes que utilizamos são de silicone gel e costumam ser muito semelhantes aos utilizados na cirurgia de aumento de seios. Entretanto, os implantes glúteos tem um formato mais alongado e achatado e um revestimento bem mais espesso, visto que no bumbum o implante sofre maiores pressões do que na mama.

BRAZILIAN BUTTOCKS LIFT (ELEVAÇÃO DO BUMBUM À BRASILEIRA)


O Brazilian Buttocks Lift ou Brazilian Butt Lift é uma cirurgia que visa uma mudança tridimensional no contorno corporal. O procedimento foi concebido visando desenhar o contorno da musculatura glútea, preenchendo a parte superior desta região, para que o bumbum pareça mais empinado, em um formato de coração.
bundao lipo porto alegre rs clinica de cirurgia plastica cirurgiao plastico denis valente bumbumEssa remodelagem corporal consiste em lipoescultura no abdômen, flancos, culotes, meio das coxas, sobre as costelas e na parte logo acima do bumbum para dar um formato harmônico a esta região. A gordura retirada é tratada selecionando melhor as células de gordura juntamente com um número elevado de células tronco. Este processo tem como objetivo diminuir a absorção da gordura que é injetada para dar o formato do novo bumbum. O que se deseja é um corpo esculpido por curvas mais proeminentes e glúteos mais redondos e projetados. Esse tratamento costuma ser realizado com anestesia peridural e sedação em ambiente hospitalar, o retorno ao trabalho costuma ocorrer entre 3-15 dias. Apesar de uma parte da gordura ser absorvida o restante se integra firmemente aos tecidos diminuindo a flacidez nesta região.

AUMENTO DE BUMBUM


A área glútea tem recebido muita atenção da mídia nos últimos anos, o que aumentou a demanda de pacientes buscando aprimoramentos no contorno e aumento do volume do bumbum. Além disso, a crescente popularidade da cirurgia da obesidade e programas de perda de peso tem aumentado a demanda para procedimentos de contorno corporal e dos glúteos. De acordo com as estatísticas da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos procedimentos cirúrgicos para a área glútea tiveram uma taxa de aumento de 114% desde 2000 até 2012.
cirurgia plastica cirurgiao plastico rs porto alegre clinica medicina estetica lipoesculturaCirurgia estética para aumento do bumbum costuma ser realizada através de três métodos: (1) de gordura própria da pessoa retirada de outras áreas de seu corpo como barriga, cintura, culotes, entre outras (2) a colocação de implantes de silicone , e ( 3 ) implantes injetáveis de materiais sintéticos como PMMA, poliacrilamida ou ácido hialurônico. Estas três modalidades podem ser usadas em combinação para alcançar o resultado desejado, que também podem incluir fixação, elevação e ressecção de pele (semelhante as técnicas para elevação das mamas). Os primeiros trabalhos sobre aumento glúteo foram realizados por cirurgiões plásticos no México, Brasil e outros países sul-americanos, essas inovações técnicas levaram a resultados estéticos mais reprodutíveis em todo o mundo.
Cabe a você, aconselhada por seu médico, definir qual dos procedimentos será o mais adequado para o seu caso.

BEBIDA ALCOÓLICA E CIRURGIA PLÁSTICA


BEBIDA ALCOÓLICA X CIRURGIA PLÁSTICA
Aumento do inchaço:
Depois de se submeter a uma cirurgia, você quer que o seu corpo fique do tamanho desejado o mais rápido possível. No entanto, o consumo de álcool alarga os vasos sanguíneos, provocando o inchaço. Pacientes que fizeram uma rinoplastia devem ter cuidado redobrado, pois o nariz é especialmente suscetível ao inchaço.
Sangramento:
Todas as cirurgias requerem um período de recuperação, o álcool tende a impedir esse processo. Com o sangue diluído, os pacientes que ingerem bebida alcoólica no pós-operatório correm mais risco de ter um sangramento e uma recuperação prolongada.
pos operatorio drenagem linfatica cirurgia plastica curativoSuscetibilidade à dor:
Pacientes que ingerem álcool frequentemente podem achar que medicamentos para a dor não funcionam tão bem ou não têm efeito duradouro.
Bebida alcoólica pode fazer com que medicamentos tornem-se perigosos:
Além do álcool entorpecer os efeitos de uma medicação, a bebida pode interagir com a dor e outras medicações, tornando-as prejudiciais e até mesmo perigosas para o organismo. Priorize a prescrição médica ao invés da bebida.
Desidratação da pele:
Quando consumimos bebida em excesso, o álcool faz com que urinemos mais, o que por sua vez leva à desidratação e a ressecamento da pele.
Para melhores resultados, é recomendado a abstinência de álcool alguns dias antes e depois de uma cirurgia, embora este prazo possa variar de acordo com o procedimento.
Queda da imunidade:
O uso excessivo de bebida alcoólica pode levar uma diminuição das defesas do organismo deixando-o mais suscetível a infecções.

×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale Conosco no WhatsApp