Responsável Técnico

Dr. Denis Valente | Cirurgião plástico

CREMERS 24617 | RQE 18465

Pálpebras

A correção cirúrgica dos excessos de pele e gordura das pálpebras é uma intervenção importante para o rejuvenescimento facial. Alguns fatores como a idade, textura da pele, tendência genética, distúrbios da acuidade visual e problemas emocionais, poderão deixar como conseqüência uma aparência envelhecida ficando a pessoa com um aspecto de constante “cansaço”. A cirurgia plástica das pálpebras corrige os excessos de pele e gordura, amenizando ainda a flacidez muscular das pálpebras. Pode em muitos casos, melhorar também o aspecto funcional, além do estético, em função de diminuir o peso da pálpebra superior.

Candidatos

Geralmente homens e mulheres acima de 40 anos, embora alguns pacientes entre vinte e trinta também possam se beneficiar desta cirurgia.

Duração total da cirurgia

De 90 à 120 minutos.

Anestesia

Local com sedação.

Internação/Ambulatório

Ambulatorial de 2-12hs após o término da cirurgia.

Recuperação

O inchaço costuma ser intenso nos primeiros 2 a 3 dias, quando o repouso é fundamental com a colocação de compressas frias sobre a área operada. Manchas vermelhas ou arroxeadas podem se instalar ao redor dos olhos persistindo por uma a duas semanas. Após quatro dias, retiramos os pontos e a melhora do edema costuma acontecer até a segunda semana, após a qual haverá ainda um inchaço residual e discreto que poderá persistir por dois a três meses, sem impedir que o paciente tenha as suas atividades sociais cotidianas. Os esforços físicos devem ser evitados neste período inicial, bem como a exposição ao sol.

Objetivos

Reduzir o excesso de pele e de gordura nas pálpebras. Trazer equilíbrio facial. Rejuvenescimento da região ao redor dos olhos.

Incisões e técnica

As incisões se situam cerca de 7mm acima dos cílios da pálpebra superior e cerca de 2mm abaixo dos cílios da pálpebra inferior. A pele das pálpebras tem uma espessura muito fina, portanto as cicatrizes tendem a ficar ocultas no sulco superior e sob os cílios inferiormente. As cicatrizes podem ser disfarçadas com uma maquiagem leve, desde os primeiros dias.

Efeitos indesejáveis

Inchaço e equimoses na primeira semana após a cirurgia. Resultados melhoram após a segunda semana. Incisões e técnica
5 pequenas incisões (cerca de 1cm) dentro do couro cabeludo por onde entra o equipamento de videoendoscopia.

Recuperação

Volta ao trabalho: 10 a 14 dias. Atividades físicas mais desgastantes: duas semanas ou mais. Equimoses: 2 a 3 semanas. Evitar exposição ao sol por dois meses.

Efeitos indesejáveis
Edema local que costuma desaparecer após 3 semanas e equimoses na testa que desaparecem espontaneamente após 2 semanas.

Vídeo